Se você trabalha com tecnologia e quer atuar de maneira mais estratégica, precisa conhecer o Big Data Analytics. Essa abordagem favorece a análise de dados para implementar uma gestão data driven, além de oferecer benefícios comerciais e financeiros como consequência.

Isso acontece porque a análise de dados é primordial nos dias de hoje. Afinal, é impensável gerenciar um negócio com base apenas no feeling — quem faz isso está fadado ao fracasso. A questão é que, para aproveitar ao máximo os insights oferecidos por essa tecnologia, é preciso entender em que ela consiste, como funciona e quais são suas vantagens.

É o que vamos apresentar neste artigo. Gostou? Então continue a leitura!

O que é o Big Data Analytics?

O Big Data Analytics é um conjunto de tecnologias voltado para o armazenamento, processamento e extração de dados coletados. Seu objetivo é descobrir padrões, correlações, preferências de consumo e tendências de mercado. A partir dessa avaliação, é possível tomar decisões acertadas.

Na prática, a ideia é utilizar a mineração de dados para aumentar o potencial do Big Data e realizar análises mais aprofundadas, que ajudem a decidir o melhor caminho a seguir. Para chegar a esse patamar, é necessário utilizar aplicações complexas, que envolvem modelos preditivos, algoritmos estatísticos e análise “e se” (what if), que são aperfeiçoadas pelos sistemas de avaliação de desempenho.

Devido aos insights fornecidos, a análise de dados tem grande relevância para a vantagem competitiva do negócio. Esse resultado é derivado dos softwares analíticos especializados e das soluções computacionais de alto desempenho. Assim, é possível encontrar oportunidades, tornar as ações de marketing mais acertadas, oferecer um atendimento melhor e elevar a eficiência operacional.

Como essa abordagem funciona?

O mundo, especialmente o corporativo, vai depender cada vez mais do Big Data e da análise de dados. Essa afirmação é válida porque os negócios estão em crescente necessidade de aperfeiçoar e personalizar as experiências ao cliente — e isso só é possível com o acesso a informações privilegiadas, que nem sempre estão disponíveis sem uma avaliação detalhada.

Mais que coletar dados, é preciso trabalhá-los e analisá-los para encontrar maneiras de aprimorar processos, produtos e serviços. Ao agir dessa forma, a ferramenta consegue escalar e alocar os recursos da maneira correta, com a finalidade de identificar padrões e relações entre os dados.

A questão é: como incorporar esses sistemas à sua rotina? É necessário ter um software voltado para o Big Data Analytics, que fará o processo de mineração de dados e avaliação para chegar a informações úteis. O ideal é contar com uma plataforma escalável e que evite limitação no volume de dados a serem analisados.

Além disso, o procedimento deve ser realizado em tempo real, com a finalidade de aperfeiçoar os resultados. Ao empregar essas práticas, os usos são bastante variados. Alguns exemplos são:

  • tomadas de decisão: as tendências e as necessidades dos clientes são compreendidas para decidir o melhor caminho para o negócio;
  • identificação de padrões: as empresas reconhecem seus perfis de público para oferecer produtos e serviços personalizados, de modo a evitar ruídos de comunicação com os consumidores;
  • acompanhamento da concorrência: a previsão e a compreensão das demandas de mercado permite compreender quais medidas serão tomadas pelas outras empresas do setor, a fim de criar ações direcionadas;
  • criação de estratégias de marketing: os insights obtidos favorecem a busca por clientes potenciais, além de identificar alterações de preferências;
  • relacionamento com o cliente: a empresa entende mais sobre as insatisfações, os desejos e as necessidades dos consumidores e, assim, fornece atendimento personalizado;
  • otimização dos processos internos: os gargalos e as falhas em procedimentos são identificados, assim como as origens dos problemas recorrentes. Com isso, é possível fazer alterações em rotinas e procedimentos para eliminar os erros;
  • gestão de risco: o software traz informações sobre a entrega de produtos e o tempo de fabricação, a fim de otimizar o prazo e evitar atrasos e problemas internos;
  • melhoria na segurança da informação: a análise identifica possíveis ameaças à rede corporativa devido ao monitoramento de um grande fluxo de dados. Assim, atividades suspeitas são verificadas.

Em suma, essa ferramenta de Big Data permite otimizar a mineração de dados e realizar uma análise mais aprofundada de informações provenientes de diferentes fontes. Ela apresenta, portanto, melhorias para:

Powered by Rock Convert
  • previsão de demanda;
  • desenvolvimento de serviços;
  • descoberta de padrões;
  • planejamento de oferta em tempo real.

Quais são suas vantagens?

Os benefícios de usar essa abordagem no seu negócio são variados, assim como as aplicações. Então, que tal conhecer as vantagens? Confira!

Redução de custos

As empresas que ignoram a necessidade da análise de dados têm baixa qualidade das informações. Isso faz 29% das companhias mensurarem os custos e suas reduções. O resultado das diminuições é verificado em vários aspectos, inclusive em questões simples, como monitoramento de vários sistemas e atualização de informações de contato do cliente.

Mais que isso, a redução dos gastos é percebida com tecnologia e hospedagem de dados. Para você ter uma ideia, uma violação de segurança na infraestrutura custa por volta de 214 dólares para a empresa. Com o Big Data Analytics, a economia chega a 1,6% da receita por ano.

Rapidez nas tomadas de decisão

Os insights obtidos com as fontes de dados ajudam a entender os consumidores de maneira mais simples. Sem a organização proporcionada pelo Big Data, a análise se torna mais difícil, já que há mais complexidade na integração. Com ele, a consequência é uma tomada de decisão mais rápida, que é impulsionada pela compatibilidade e velocidade.

Auxílio à criação de produtos de acordo com as necessidades do cliente

A criação de produtos e serviços inovadores é uma das principais vantagens da análise com o Big Data. Essa medida é adotada tanto por empresas online quanto offline, que revisitam seus modelos de negócio e fazem investimentos para criar itens de acordo com as demandas dos clientes. Vale a pena lembrar que isso acontece, principalmente, porque os dados não estruturados também são considerados na avaliação.

Análise do comportamento de compra dos clientes

As empresas só existem porque há clientes. Portanto, é essencial entender seu comportamento para adequá-las às necessidades. A vantagem de usar os softwares voltados para a análise é acessar um grande número de informações, que indicam os canais de consumo mais utilizados, as formas de comunicação preferidas e outros dados relevantes que ajudam a desenvolver campanhas acertadas.

Outros benefícios são a possibilidade de segmentação com base em informações reais derivados de diferentes fontes de dados, bem como a análise em tempo real dos consumidores — dois aspectos que fornecem vantagem competitiva para o negócio.

Controle da reputação online

Os dados coletados pela mineração, bem como sua análise e estruturação pelo Big Data fazem com que a empresa identifique menções ao negócio em redes sociais e outras fontes. Com isso, os profissionais controlam a reputação e amenizam situações negativas ao responder e solucionar os problemas dos consumidores.

Otimização dos processos internos

A análise de dados mostra em quais aspectos a empresa é eficiente e quais são os gargalos existentes nos processos. Por meio do analytics, é possível saber as causas dos problemas recorrentes, o que acontecerá no futuro caso persistam e como mudar processos e rotinas para evitar esses imprevistos. Assim, as operações são mais eficientes, com melhoria do custo-benefício e aumento da receita gerada.

Melhoria do relacionamento com o cliente

A identificação de necessidades e demandas dos consumidores permite melhorar a experiência deles ao utilizar produtos e serviços. Além disso, torna-se mais fácil sugerir itens de possível interesse e criar ofertas para grupos específicos a partir de sua localização geográfica, padrão de consumo, preferências etc.

Para alcançar todos esses benefícios com o Big Data Analytics, é necessário contratar um serviço especializado. Somente com profissionais qualificados é possível implementar o sistema de maneira correta.

E você, também quer conhecer mais benefícios do Big Data Analytics e o que mais ele pode fazer para sua empresa? Conheça o site da Beluga e veja como aproveitar as soluções oferecidas para melhorar sua inteligência de negócios.

Beluga
Autor

No blog Beluga você encontra o melhor conteúdo sobre data science, machine learning e inteligência artificial para alavancar sua empresa através dos seus dados.

Escreva um comentário