A gestão Data Driven é uma estratégia de governança de negócios cujo pilar é a tomada de decisão baseada em dados. Ou seja, aquele paradigma antigo de “intuição do gestor” ou de fazer e, somente depois, analisar os resultados está completamente abandonado. Nesse modelo inovador, sabe-se que o sucesso vem de uma interpretação cuidadosa das informações para saber as tendências do mercado e do público-alvo.

Antigamente, não havia tantas ferramentas para que qualquer profissional realizasse análises de dados sólidas. Por isso, as empresas tinham de contratar um especialista para extraí-los e transformá-los em informações estratégicas úteis. Esse processo tornava o Data Driven inviável para a maioria dos negócios, pois os custos escalavam muito rapidamente, o que dificultava sua implantação. Atualmente, no entanto, os recursos são bem simples e podem ser manipuladas pelo público leigo.

Além disso, não fazia parte da formação acadêmica dos gestores o conhecimento de vários conceitos básicos de ciência dos dados. Hoje em dia, qualquer curso de gestão ou de administração tem pelo menos uma matéria básica de Business Intelligence e Big Data.

Interessou-se pelo assunto? Então, não deixe de acompanhar o nosso post!

Quais são as ferramentas atuais do Data Driven?

Dashboards

Mais conhecidos como painéis de dados, os dashboards são uma ferramenta muito importante para o Business Intelligence e não necessita de quase nenhum suporte do departamento de TI. Assim, os próprios gestores podem ajustá-los para exibir os números mais críticos para o processo decisório diário dentro das suas empresas. A grande vantagem é que esses relatórios são atualizados em tempo real.

Automação e robotização da mineração dos dados

Há alguns anos era preciso ter um conhecimento profundo de banco de dados e data warehouses para conseguir extrair informações das mais diversas fontes. Com os softwares atuais, essa parte mais complexa foi delegada para a automação ou para a Inteligência Artificial. Assim, os profissionais só precisam apertar alguns botões para que a análise seja feita a partir de dados brutos.

Benefícios da gestão Data Driven

Vantagem competitiva

A maioria dos negócios está atrasado na implementação do Data Driven em suas empresas. Afinal, eles não percebem que essa estratégia não é apenas uma moda, mas um modelo de gestão que veio para ficar.

Portanto, as empresas que adiantaram a implementação estão colhendo uma vantagem competitiva significativa — o Centro de Negócios Digitais do MIT realizou um estudo que mostrou que as organizações com Data Driven tiveram taxas de produtividade 4% e de lucros 6% maiores.

Empresas confiáveis no mercado

Apesar de falarmos que as ferramentas de Data Driven são simples de utilizar no dia a dia do negócio, isso não quer dizer que a sua empresa deve desprezar a necessidade de um parceiro especializado no assunto. Afinal, integrar grandes quantidades de dados de várias fontes e combiná-los para obter dados importantes para tomar decisões não é uma tarefa fácil.

Por isso, é importantíssimo contratar uma empresa renomada para implementar essa nova metodologia — um parceiro que treinará sua equipe e fornecerá suporte constante.

Dicas para uma gestão Data Driven

Saiba selecionar os dados

Muitas pessoas acreditam que, no Data Driven, quanto mais dados, melhor. Porém, isso está simplesmente errado — por vários motivos, inclusive. Primeiramente, seus equipamentos terão uma limitação em termos de processamento, e analisar mais dados que o necessário pode levar a uma sobrecarga.

Powered by Rock Convert

Além disso, há informações inúteis que só vão confundir o seu negócio. Por exemplo, você pode obter dados de consumo de clientes que não estão no seu público-alvo. Assim, ao levá-los em consideração, você pode ignorar alguma peça-chave para a conquista do seu público.

Portanto, saiba quais dados são importantes para a sua empresa especificamente. Afinal, a quantidade de visitantes de sites pode ser essencial para um e-commerce, mas inútil para um varejo físico — que pode privilegiar a quantidade de pessoas inscritas no seu canal de e-mail marketing para divulgação de promoções.

Colete os dados nos seus canais de comunicação

Muitas empresas se preocupam muito com dados obtidos nas ferramentas de analytics ou nas análises de venda. No entanto, há uma fonte muito importante e subestimada: os canais de comunicação. Lá, os clientes fazem interações espontâneas e revelam suas expectativas em relação aos serviços e produtos da empresa.

Os softwares mais avançados de Data Driven contam com uma Inteligência Artificial capaz de realizar a análise de linguagem natural. Ou seja, eles podem literalmente ler e interpretar os relatórios feitos pelos atendentes.

Aplicações reais da gestão Data Driven

Amazon

O algoritmo do site da Amazon baseia suas recomendações tendo como referência diversas variáveis:

  • compras passadas;
  • itens presentes no carrinho de compras;
  • itens classificados pelo cliente;
  • produtos visualizados recentemente.

Isso permite que os anúncios certos cheguem aos clientes a fim de aumentar a conversão. No entanto, não é só no marketing que o gestor se beneficia. Com base nas métricas de engajamento — como taxas de cliques, taxas de abertura e de recusa — ele poderá tomar decisões importantes, como quanto de cada tipo de produto precisará requisitar aos fornecedores, prever as vendas, avaliar o estoque etc.

A Amazon só atingiu o sucesso que vemos hoje porque os dados foram usados estrategicamente para planejar toda a cadeia logística com precisão.

Google

Não é surpresa que uma empresa de tecnologia utilize informações coletadas para praticamente todos os passos de sua gestão. Por exemplo, o Google criou uma ferramenta chamada de People Analytics Department. Ela ajuda o RH das empresas a tomar decisões baseadas em dados. Isso melhora muito a eficiência dos setores.

Recentemente, a empresa resolveu analisar se a presença de gerentes nas equipes alterava de alguma forma o desempenho. Para isso, começaram um amplo processo de avaliação de desempenho e pesquisas com cada funcionário. Ademais, eles avaliaram os resultados prévios e, ao final, descobriram que os gerentes têm um impacto positivo no aumento do desempenho, redução do turnover e na melhoria da satisfação do funcionário.

Portanto, a gestão Data Driven é um diferencial muito grande para as empresas modernas. Afinal, há uma enorme quantidade de dados disponíveis nas mais diversas fontes que estão prontos para serem utilizados para otimizar os resultados do seu negócio.

Não tenha dúvidas de que você chegará o momento de implementá-la obrigatoriamente. Portanto, por que adiar esse processo e continuar em desvantagem em relação aos concorrentes? Se você realizá-lo agora, colherá os benefícios desse diferencial competitivo.

Quer conhecer as melhores soluções de Data Driven para revolucionar os processos decisivos da sua empresa? Então, entre em contato conosco! Na nossa página, você encontra todas as informações que você precisa!

Beluga
Autor

No blog Beluga você encontra o melhor conteúdo sobre data science, machine learning e inteligência artificial para alavancar sua empresa através dos seus dados.

Escreva um comentário