Grande parte do sucesso de qualquer campanha de marketing depende de uma segmentação de clientes bem executada. Afinal, ao contrário do que muitos pensam, essa área não objetiva somente criar campanhas criativas para todos. Pelo contrário, todos os esforços do marketing geralmente são direcionados para grupos bem específicos.

Quer um exemplo? Até há pouco tempo, toda propaganda de cerveja tinha mulheres seminuas, pois os homens eram considerados os principais consumidores do produto. Como as mulheres passaram a representar uma boa parcela do mercado e se sentiam incomodadas com essa estratégia machista, os comerciais mudaram completamente e se concentram hoje em outros aspectos.

Assim, se você foca no grupo errado ou não percebe as mudanças de comportamento do público, por mais que sua campanha seja interessante e criativa, não terá resultados. Portanto, se você deseja garantir um alto retorno sobre seus investimentos de marketing, não deixe de ler nosso post até o final para saber o poder da Inteligência Artificial (IA)!

Quais os diferenciais da segmentação de clientes por meio da Inteligência Artificial?

Segmentação voltada para a ação

Uma vantagem da segmentação por IA é sua capacidade de segmentar de acordo com a propensão para executar uma ação. Para isso, vamos supor que você tenha um blog com vários conteúdos e clientes que assinam a newsletter. Então, você precisa pensar em uma campanha de e-mail marketing com conteúdos selecionados de acordo com os interesses dos contatos que assinaram a newsletter. Seu objetivo é fazê-los transitar para a próxima etapa do funil.

Com a IA, você saberá quais foram os conteúdos mais consumidos por cada segmento e poderá pensar em estratégias voltadas para a ação:

  • aqueles que leram muitos posts de consideração poderão receber e-mails mais apelativos, chamando-os para conhecer o produto e fechar o negócio;
  • quem leu muitos posts de atração poderá ser convidado para baixar um e-book;
  • quem ainda está lendo pouco conteúdo do seu blog poderá receber um e-mail personalizado com diversos posts sobre os assuntos que mais leu.

Ou seja, além da segmentação tradicional com base em perfis demográficos, pode-se dividir os clientes de acordo com sua propensão para fazer determinada ação. Isso deixa cada mensagem extremamente eficaz em termos de resultados práticos, que realmente se convertem em lucros para seu negócio.

Segmentação em tempo real

Geralmente, a segmentação tradicional trabalha com muitas suposições de comportamento que podem estar ultrapassadas, pois não é possível fazer pesquisas com o público a todo momento.

Hoje em dia, os grupos são muito dinâmicos por causa do bombardeamento de novidades pela internet. Portanto, se há um mês havia uma clara preferência por móveis rústicos por mulheres jovens entre 25 e 50 anos, hoje, a tendência pode pender para móveis em aço escovado, por exemplo. Os gostos e comportamentos mudam muito rápido de forma que é necessário contar com uma ferramenta capaz de atualizar os dados em tempo real.

Essa é justamente a promessa da inteligência artificial! Os robôs escaneiam a todo o momento a Internet e os dados internos da empresa para encontrar novas tendências. Assim, seu time de marketing pode atualizar rapidamente as estratégias. Isso aumenta bastante a conversão e a fidelização.

Powered by Rock Convert

Como a Inteligência Artificial segmenta os clientes?

Geralmente, as estratégias de segmentação manual focam na idade, estágio do cliente no funil de vendas, região geográfica, sexo, religião, orientação política, orientação sexual e classe social. Raramente vai muito além disso, pois o acesso a dados e a capacidade de analisá-los são limitados. Isso reduz bastante a obtenção de insights nas campanhas de marketing, pois nem sempre esses grupos demográficos têm um comportamento homogêneo. Assim, dois homens homossexuais de 30 anos podem ter hábitos de consumo e interesses completamente diferentes.

Então, seria necessária uma ferramenta mais potente, capaz de cruzar os dados e perceber outros padrões de segmentação mais sutis para otimizar o marketing. Atualmente, ela existe, e é baseada na Inteligência Artificial, que consegue coletar e analisar gigabytes de dados sobre seus clientes nas mais diversas fontes, como interações em redes sociais e em canais da marca.

Com isso, tipos de segmentação importantes podem surgir, tendo em vista gostos pessoais. Essa estratégia foi crucial para a vitória de Donald Trump. Seu comitê de campanha utilizou a Inteligência Artificial para compreender as curtidas dos usuários no Facebook e enviar conteúdos personalizados para cada grupo.

Por exemplo, o comitê conseguiu identificar os homens brancos que seguiam páginas anti-imigração ou supremacistas raciais e mandaram vídeos com falas de Trump contra latinos para convencê-los. Com homens negros, por outro lado, essa estratégia não serviria, então a Inteligência Artificial percebeu que vários negros evangélicos de meia idade seguiam páginas contra o aborto e o casamento homossexual. Assim, a ferramenta disparou mensagens no WhatsApp com discursos de Hillary Clinton defendendo essas políticas.

Mas não foi só isso. Eles tiraram dados até mesmo de gosto musical. Então, não enviavam mensagem para quem curtia páginas da Lady Gaga ou da Beyoncé. Com isso, os próprios opositores de Trump demoraram para perceber as estratégias, mas foi tarde demais e a eleição estava praticamente perdida.

A Inteligência Artificial pode se aliar à automação?

Outro grande benefício da Inteligência Artificial é a automação de várias tarefas desses processos. Isso permite que sua equipe de marketing gaste seu precioso tempo para pensar em estratégias criativas de conversão de clientes em vez de se preocupar com questionários, coletas de dados, elaboração de gráficos etc.

Da mesma forma, é possível automatizar o próprio processo de personalização de campanhas para cada segmento. Ou seja, o próprio software de Inteligência Artificial aprenderá e selecionará quais conteúdos serão encaminhados para cada grupo. O principal trabalho do time de marketing será elaborar conteúdos matadores.

Outros benefícios

A Inteligência Artificial também permite:

  • eliminar a subjetividade do processo de segmentação;
  • encontrar tendências ocultas, ou seja, mudanças nos segmentos que ainda não são percebidas;
  • identificar padrões ocultos;
  • apresentar uma segmentação variada e precisa, podendo se basear inclusive em elementos como gosto musical, séries assistidas no Netflix, páginas de humor curtidas no Facebook;
  • ter escalabilidade, que pode ser empregada quer você tenha uma centena de clientes em potencial ou milhões.

Com uma boa segmentação de clientes, sua campanha é mais eficaz, pois fará a mensagem chegar para quem já está predisposto a ouvir. Assim, o retorno sobre o investimento crescerá exponencialmente. Isso não é exagero, pois um estudo já mostrou que estratégias de marketing bem segmentadas podem gerar um crescimento de 760% da receita em comparação a campanhas sem essa preocupação.

A BelugaDB tem as soluções certas de Inteligência Artificial para você! Quer saber mais? Então, não deixe de entrar em contato com a gente!

Beluga
Autor

No blog Beluga você encontra o melhor conteúdo sobre data science, machine learning e inteligência artificial para alavancar sua empresa através dos seus dados.

Escreva um comentário